Plano Diretor

plano-diretor

O Colégio Santa Marcelina, de São Paulo, há 80 anos, dedica-se à formação integral das crianças e dos jovens por acreditar que são pessoas únicas e livres, capazes de assumirem, com responsabilidade, cultura e consciência, a transformação da sociedade, tornando-a mais justa, solidária e humana.

A proposta pedagógica de Monsenhor Luiz Biraghi, fundador da Congregação das Irmãs de Santa Marcelina "Transformar a sociedade, à luz do Evangelho, tendo a ciência como meio e instrumento" perpetua-se até os dias de hoje pela dinamicidade de sua essência, que se orienta pelos sinais dos tempos.

O educador Marcelino é chamado a ensinar pelo exemplo, com espírito de família e atitudes marcadas pela firmeza e suavidade. E para realizar a utopia de Biraghi, precisa estar em constante atualização profissional e desenvolvimento pessoal. Nos cursos de Educação Infantil, Ensino Fundamental e Ensino Médio, o aluno aprende os conhecimentos da cultura universal, através da reflexão e da construção do seu próprio saber, mediante a relação que estabelece com o objeto do conhecimento, tendo o professor como mediador desse processo.

A avaliação, numa visão atualizada, é considerada um instrumento para diagnosticar o desenvolvimento do educando, fazer reajustes nos programas, identificar a nova etapa de trabalho e conscientizar o aluno daquilo que se sabe, permitindo-lhe aplicar esse conhecimento e continuar a aprender.

Em síntese, no Santa Marcelina educa-se pela "transversalidade do conhecimento", em função do desenvolvimento integral do aluno; da aprendizagem de conteúdos capazes de prepará-lo para a vida e para o trabalho; da cultura, levando-o a conhecer e valorizar a natureza e a produção do homem através dos tempos; da educação, expressa em atitudes e valores adequados às diferentes situações do cotidiano; da evangelização; da formação do "Homem Total" e, conseqüentemente, da transformação social.